Rivaldo e Rivaldo Jr. entram pra história do futebol

rivaldox21035710.jpg_787813774

O nome de Rivaldo já está escrito na história do futebol, mas, nesta terça-feira, ele acrescentou mais algumas linhas. Jogando contra o Macaé, pela 13ª rodada Série B, ele protagonizou um fato histórico, além de marcar um gol viu seu filho, Rivaldo Jr., fazer dois na mesma partida.

Quem fez primeiro foi Rivaldinho, aos 3 minutos, pouco depois, o filho do craque sofreu pênalti, que seu pai, de 43 anos, bateu bola de um lado, goleiro do outro e aos 41 minutos, Rivaldinho mostrou frieza para fazer mais um.

“Tenho só que agradecer a Deus, porque depois de 15 meses parado pude voltar, ter a felicidade de iniciar um jogo ao lado do meu filho e fazer um gol, e ele dois. Ainda tem 45 minutos, precisamos ficar atentos, mas estou muito feliz”, disse Rivaldo, ao Sportv.

“Poucos têm a sorte de ter um pai pentacampeão em casa. Primeiramente, agradeço muito a Deus, e segundo ao meu pai, porque nesses últimos meses só ele sabe o que eu passei, e ele sempre me apoiou muito. Tudo o que sou hoje eu tenho que agradecer a ele”, afirmou Rivaldo Jr.

O Mogi Mirim com 10 pontos, saiu da lanterna da competição. O rendimento do time paulista, melhorou depois que Rivaldo, que também é presidente do clube, resolveu abandonar a aposentadoria e voltar aos gramados. Desde então, foram dois jogos, com uma vitória e um empate.

Essa não é a primeira vez, aliás, que pai e filho atuam juntos pelo mesmo time na mesma partida. Rivaldo e Rivaldinho já haviam jogado simultaneamente, também pelo Mogi, assim como Arnor e Eidur Gudjohnsen, pela seleção da Islândia, em 1996.

Já casos de gols de pais e filhos no mesmo jogo são poucos. Antes desta terça, o último havia acontecido com Osman e Naeem Sidik, em 13 de novembro de 2010, pelo Whalley Range, um time minúsculo da Inglaterra.

“Acho que entrei para a história. Já tinha ouvido falar de pai e filho jogando juntos, mas nunca ouvi de pai e filho fazendo gol em uma partida oficial”, finalizou Rivaldo.