O Ídolo Uruguaio Recoba não descarta continuar jogando profissionalmente

24C4BFA40

O meia uruguaio Álvaro Recoba, de 39 anos, que teve o contrato com o Nacional expirado no fim de junho e atualmente está sem clube, disse nesta terça-feira que se sente “aposentado”. Porém, não descarta a possibilidade de continuar jogando.

“Não quero dizer que não jogo mais, porque amanhã me chamam para uma equipe e continuo jogando”, afirmou o jogador, que informou que tem em mãos uma oferta para jogar alguns meses na Índia, assim como de outras equipes do Uruguai.

O jogador, em entrevista à rádioUruguaya Sport 890, falou que recusou uma proposta que oferecia a possibilidade de jogar sem ter de treinar “todos os dias”.

Do mesmo modo, disse que também recebeu ofertas de equipes que o propuseram a possibilidade de jogar ao lado do amigo Antonio Pacheco, meia de 39 anos e sem equipe desde que deixou o Peñarol no final de junho, quando diretoria do clube decidiu não renovar seu contrato.

“Tem uma equipe que quer Toni (Antonio Pacheco) e eu para jogarmos juntos, mas tem que ser algo sério”, declarou.

Apesar de ainda não ter decidido se continuará jogando futebol, Recoba, que já foi considerado um dos jogadores mais bem pagos do mundo durante sua passagem pela Inter de Milão, disse que está se preparando para “ser dirigente” do Nacional, embora não saiba se essa vontade poderá ser concretizada devido aos estatutos do clube.

Recoba era um dos jogadores mais queridos pela torcida do Nacional e seu último jogo com a camisa do time foi em 14 de junho, quando conquistou o Campeonato Uruguaio ao vencer o Peñarol na decisão do torneio.

Deixe uma resposta