E mais uma polêmica extra-campo envolvendo Vanderlei Luxemburgo

Luxemburgo4-MAURÍCIO_DE_SOUZA-AE-AE

E mais uma polêmica na vida extra-campo do Treinador Vanderlei Luxemburgo atualmente no Cruzeiro, segundo apuração da ESPN.com.br, dessa vez, o hotel e cassino Wynn Las Vegas (EUA) o acusa de ter uma dívida de 139 mil dólares, ou cerca de R$ 428 mil.

O Wynn é um dos mais caros e luxuosos cassinos da região, o treinador que na época estava desempregado deixou um cheque promissório  assinado  por ele quando passou pelo local, em 28 de fevereiro de 2014, no valor de 300 mil dólares, a serem pagos até o dia 29 de maio do mesmo ano. Mas Luxemburgo só quitou 161 mil dólares e ficou devendo o restante.

O Wynn Las Vegas, diante do ocorrido, contratou o advogado brasileiro Antonio Celso De Dominicis Neves, especializado em recuperação de crédito e cobrança judicial, processo civil e direito comercial para empresas estrangeiras, para tentar amenizar o prejuízo.

Segundo a ESPN desde o último sábado tenta contato com Vanderlei Luxemburgo por meio de Luiz Lombardi, seu assessor particular, para questioná-lo sobre a dívida e a cobrança. O treinador, contudo, preferiu não se posicionar a respeito do tema.